terça-feira, 1 de maio de 2012

Vans-de-arara

A chegada à
Feira
No ponto do Nordestino
Cada vez mais rara
Era
Um pulo
Para Fora
Do caminhão
Pau-de-arara
Sempre Às cinco
Da madrugada
Era o último
Substituído
Bruscamente
Por
Vans de araras e
Seus motoristas e
Cobradores de gritos estridenetes.